Teresina - PI

Min 24ºMax 37º

20 de novembro de 2018

Cocal

Cocal

Evaldo Neres Notícias de Cocal e Região

[email protected]

(86) 99919-1492

Postada em 11/01/2018 ás 01h28
Homem que matou ex-mulher à facadas pode pegar de 12 a 30 anos de prisão
O crime ocorreu no dia 03 de março de 2016, por volta do meio, na residência do réu, na comunidade Cantagalo, zona rural do município.

Publicada por: Evaldo Neres

Fonte: Folha de Batalha

Homem que matou ex-mulher à facadas pode pegar de 12 a 30 anos de prisão

Luiz Alves Ferreira, vulgo “Bereba”

O réu Luiz Alves Ferreira, vulgo “Bereba”, acusado de matar a ex-companheira a golpes de faca, será submetido a julgamento pelo Tribunal do Júri Popular. A sentença de pronúncia foi proferida pela juíza Lidiane Suely Marques Batista, titular da Vara do Júri de Batalha-PI. A decisão foi publicada no Diário da Justiça desta quarta-feira (10).

A meritíssima pronunciou o réu como incurso nas penas do artigo 121, §2º (homicídio qualificado), incisos II (motivo fútil), IV (mediante recurso que dificultou a defesa da vítima) e VI (contra a mulher por razões da condição de sexo feminino), do Código Penal.

O crime ocorreu no dia 03 de março de 2016, por volta do meio, na residência do réu, na comunidade Cantagalo, zona rural do município.

Segundo a denúncia do Ministério Público do Piauí (MP-PI), o acusado teria matado a vítima com três golpes de faca, emprego de “meio cruel” e utilizando-se de “recurso que dificultou a defesa da ofendida”, por não aceitar o fim do relacionamento que ambos mantiveram por cerca de dois anos, “chegado ao fim cerca de um mês antes do evento criminoso”.

Conforme depoimento das testemunhas de acusação, a vítima entrou na residência do réu para pegar os seus pertences após o fim do relacionamento, estando, inclusive, presentes na mesma casa, familiares do réu. Assim que a vítima adentrou o quarto para pegar alguns objetos, o réu desferiu três golpes de faca, ceifando-lhe a vida.

Testemunhas afirmaram ainda que o réu é pessoa agressiva e que costumava ser violento com a vítima.

O pedido da promotoria é para que ele seja condenado pelo crime de feminicídio. A pena prevista é de 12 a 30 anos de prisão, mas ainda não há data para esse julgamento.

Veja também
Prefeito e vice
Vereadores
Mais lidas da semana
Empresas destaques
© Copyright 2018 - Portal Estado Piauí - Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium