Teresina - PI

Min 22ºMax 31º

25 de abril de 2018

Postada em 04/12/2017 ás 14h26 - atualizada em 04/12/2017 ás 14h42
ADH renegocia dívidas de moradores do Jacinta Andrade
O atendimento é realizado de segunda a sexta-feira, na própria agência, e aos sábados no residencial.

Publicada por: André Luiz

Fonte: portal do governo do estado

ADH renegocia dívidas de moradores do Jacinta Andrade

Raimunda Barros foi uma das moradoras atendidas no mutirão (Ascom ADH)

Os mutuários do Residencial Jacinta Andrade que têm dívidas com a Agência de Desenvolvimento Habitacional (ADH) já podem regularizar a situação pagando as prestações em atraso com uma nova renegociação. No sábado (2), foi realizado atendimento itinerante da ADH, no Colégio Corina Machado, localizado no empreendimento. O mesmo serviço continua, de segunda a sexta-feira, na própria agência.

A moradora da Quadra 28, Casa 27, Raimunda Costa Barros, foi uma das pessoas que renegociou a dívida. “Estou muito satisfeita com o acordo que fiz. Cheguei aqui nervosa, pensando que ia perder minha casa, mas descobri que a  ADH quer ajudar a gente e não prejudicar”, disse Raimunda.

Outra moradora satisfeita com o acordo que fez foi Rosa Maria. Ela está com 35 prestações em atraso. “Tive uma série de problemas financeiros e deixei de pagar minha casa. Agora que as minhas contas estão mais equilibradas, vou pagar uma prestação nova e outra antiga a cada mês. Bem melhor, do que pagar o total”, explica Rosa.

Segundo a diretora-geral da ADH, Gilvana Gayoso, a prestação da unidade habitacional daquele empreendimento varia entre R$ 98 a R$ 110. “Esse valor tão abaixo de mercado só é possível porque existe um subsídio do governo. Não existe aluguel em Teresina com esse valor. Portanto, essa é uma oportunidade  para os mutuários quitarem seus débitos”, explica a diretora.

De acordo com Gilvana Gaysoso, são aproximadamente 2.600 pessoas que estão devendo as parcelas dos imóveis no Residencial Jacinta Andrade. A inadimplência impede o Estado de construir novas moradias.

Ela ressalta que o interesse da ADH é a renegociação da dívida, para que essas famílias não percam os imóveis. “O não pagamento das prestações dessas casas, ou seja, o descumprimento da obrigação de pagar, pode levar à ADH a rescisão do contrato, conforme    prevê as cláusulas 15ª e 16ª do contrato”, enfatiza a diretora.

O atendimento aos mutuários no Colégio Corina Machado segue nos próximos sábados, sempre a partir das 14h, até o dia 6 de janeiro, além do atendimento na ADH.

Veja também
Mais lidas da semana
Empresas destaques
© Copyright 2018 - Portal Estado Piauí - Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium