Teresina - PI

Min 22ºMax 31º

19 de abril de 2018

Barro Duro do Piauí

Barro Duro do Piauí

Neto Pereira Notícias de Barro Duro do Piauí e Região

[email protected]

(86) 999771464

Postada em 12/02/2018 ás 11h43 - atualizada em 13/02/2018 ás 13h43
Contas 2012 que foram reprovadas pelo Tribunal de contas do Piauí do gesto atual DR Deusdete vai a votação na câmara municipal de Barro Duro PI em 2 de março
Será que os vereadores vão fazer como a justiça manda, reprovar também pra que seja feita justiça, e os vereadores representar nosso povo?

Publicada por: Neto Pereira

Fonte: ESTPI Neto Pereira

Contas 2012 que foram reprovadas pelo Tribunal de contas do Piauí do gesto atual DR Deusdete vai a votação na câmara municipal de Barro Duro PI em 2 de março

Imagem Divulgação (Crédito: Divulgação)

Contas do prefeito de Barro Duro DR Deusdete atual prefeito vai a votação na câmara municipal de Barro Duro, votação que era pra ser feita dia 23 agora mais foi adiada pra o dia 2 mês de março por orientação do tribunal de contas do estado do Piauí,

Para que o gestor tivesse esse prazo de 15 dias para apresentar sua defesa a câmara de vereadores, pra que gestor não falasse depois que não foi notificado da seção que pode aprovar ou não aprovar suas contas do seu mandato de 2008 a 2012,

Que foram reprovada pelo tribunal de contas do estado do Piauí, O gestor tem uma grande dificuldade por conta de ter só 2 vereadores na sua bancada que são com ele, e dos 9 vereadores 7 podem votar pra que o prefeito Dr Deusdete fique inelegível em 2020,

Contas essa que foram reprovadas pelo tribunal de contas do estado do Piauí na sua gestão passada de 2012  essas contas foram todas reprovadas, e agora o atual prefeito estar nas mãos do vereadores da cidade,

Segundo informações se os vereadores reprovar suas contas ele ficara inelegível e não poderá disputar a próxima eleição a prefeito em 2020

Agora vamos ver qual dos 9 vereadores representa o povo de Barro Duro, será que os vereadores vão aprovar essas contas que foram reprovada pelo tribunal de contas do estado? será que os vereadores faram justiça e vão deixa prefeito inelegível? ou vão votarem a contra a justiça e deixa gestor livre ?

, vamos a câmara municipal de Barro Duro olha na cara dos vereadores qual dele vão votar a favor ou contra essa contas que já foram reprovadas, e ver qual deles representa o povo de Barro Duro nessa seção que e a mais importante da cidade, vamos comparecer em massa a essa seção que será a seção mais polemica da historia de Barro Duro 

O Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE-PI) publicou nesta segunda-feira, 16, a decisão da segunda câmara que determina imputação de débito no valor de R$ 1.421.225,4 milhão ao prefeito de Barro Duro, Deusdete Lopes da Silva, referente à sua gestão no ano de 2012.

A decisão seguiu o parecer do Ministério Público de Contas, através da Procuradora Raïssa Rezende, que enumerou uma série de irregularidade na aplicação dos recursos que dizem respeito à Educação e Saúde do município.

Do valor imputado ao gestor, o montante de R$ 942.162,32 mil decorreu das contribuições não repassadas ao Fundo Previdenciário, e R$ 272.565,98 mil relativos a despesas sem apresentação de notas fiscais, empenho maior que a despesa realizada, tarifas bancárias pela devolução de cheques e pagamentos duplicados de despesas. 

As demais ocorrências que acarretaram em imputação de débito dizem respeito a despesas da Unidade Mista de Saúde pagas sem a apresentação de notas fiscais; ausências de licitações e despesas empenhadas pagas em duplicidade no Fundo Municipal de Assistência Social. Além de irregularidades na Fundação Municipal de Saúde e Fundeb, que teve o valor de R$ 52.386,76 retirados do caixa sem informação de destinação.

A segunda câmara seguiu o parecer ministerial, também, no que diz respeito à recomendação de reprovação das contas do prefeito Deusdete referente ao exercício de 2012

 

Veja também
Prefeito e vice
Vereadores
Mais lidas da semana
Empresas destaques
© Copyright 2018 - Portal Estado Piauí - Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium