Amarante

Amarante

Sávio Lages Notícias de Amarante e Região

salliollages@hotmail.com

(86)9 9436-1503(Whatts)

Postada em 21/02/2018 ás 09h13 - atualizada em 21/02/2018 ás 10h04
Amarante vem cumprindo meta de Responsabilidade Fiscal
O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) encaminhou ofício a 140 dos 224 municípios piauienses alertando os gestores sobre os gastos com pessoal e sobre as penalidades a que estão sujeitos aqueles que extrapolarem os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF)

Publicada por: Sávio Lages

Fonte: TCE

Amarante vem cumprindo meta de Responsabilidade Fiscal

Amarante não está incluída na lista

O que na Gestão passada da prefeitura de Amarante, era uma rotina , as "comida de rabo" do TCE e bloqueio de contas por causa da malversação de verbas públicas, agora ,já existe um certo equilíbrio, ao menos pela relação de municípios que o Tribunal de Contas do Estado anunciou ontem(20), são 144 cidades que estão sujeitas a penalidades e a cidade dacostiana não está incluída, isso prova que o prefeito Diego Teixeira está no caminho certo.

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) encaminhou ofício a 140 dos 224 municípios piauienses alertando os gestores sobre os gastos com pessoal e sobre as penalidades a que estão sujeitos aqueles que extrapolarem os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). O Governo do Estado também foi alertado, via ofício, para adotar providências no sentido de reduzir despesas com pessoal para adequar os gastos aos limites da LRF.

Entre os municípios que receberam o alerta estão a capital Teresina, que aplicou 49,21% de sua receita corrente líquida com pagamento de pessoal, Piripiri (54,78%) e Picos (52,49). O alerta é feito com base em informações do Relatório de Gestão Fiscal (RGF) do 2º quadrimestre/1° semestre do ano passado. De acordo com o documento, elaborado pela Dfam (Diretoria de Fiscalização da Administração Municipal), há municípios que gastaram no período mais de 70% da receita corrente líquida com o pagamento de pessoal.

É o caso de Luís Correia (72,72%), Murici dos Portelas (71,87%) e de Nossa Senhora dos Remédios (71,95%). O ofício encaminhado aos municípios, que é assinado pelo presidente do TCE-PI, conselheiro Olavo Rebelo, orienta os municípios a adotarem medidas para reduzir os gastos com pessoal e alerta que a LRF prevê diversas penalidades para os gestores que extrapolam os limites de gastos com pessoal – entre elas estão o impedimento de receber transferências voluntárias e de contratar com o poder público, pagamento de multa e até cassação do mandato.

Veja aqui a lista dos municípios notificados pelo TCE-PI.

Veja também
Prefeito e vice
Vereadores
Mais lidas da semana
Empresas destaques
© Copyright 2019 - Portal Estado Piauí - Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium