Floriano

Floriano

Felipe Nascimento Notícias de Floriano e Região

luizfelipenascimento2209@outlook.com

(89) 99413-1424

Postada em 02/04/2018 ás 16h03
Gustavo Neiva denuncia omissão da direção da Caixa  
Gustavo Neiva denuncia omissão da direção da Caixa  

Publicada por: Felipe Nascimento

Fonte: Ascom

Gustavo Neiva denuncia omissão da direção da Caixa   

deputado Gustavo Neiva

 deputado Gustavo Neiva (PSB) fez duras críticas hoje (2) à decisão da Caixa Econômica Federal (CEF) de não analisar como foram aplicados os R$ 307 milhões da primeira parcela do empréstimo obtido pelo Governo do Estado junto aquela instituição. Neiva disse que a posição da CEF foi apresentada em documento encaminhado à Justiça Federal que abriu processo para apurar denúncias de irregularidades na aplicação dos recursos constatadas pelo Tribunal de Contas do Estado.Gustavo Neiva leu trechos do documento em que a CEF afirma que não tem competência para fazer análise contábil ou averiguar se os recursos do empréstimo foram aplicados na realização de obras em benefício da população.“A Caixa não pode tomar uma posição dessa porque os recursos são públicos e cabe a ela saber como foram aplicados”, declarou ele.O parlamentar do PSB assinalou que, ao tomar essa decisão, a CEF sinaliza que vai liberar o restante do empréstimo mesmo após o TCE ter detectado irregularidades na aplicação da primeira parcela dos recursos. Ele disse acreditar que a Justiça Federal não concordará com essa posição da CEF, o que, em sua opinião, fará, também, o Tribunal de Contas.

Em aparte, o deputado Rubem Martins (PSB) afirmou que o documento da Caixa Econômica é vergonhoso, o que demonstra que a instituição tem um comportamento político partidário. “O Governo recebeu os recursos e ninguém sabe aonde foram aplicados, por isso apelo à Justiça Federal e ao Ministério Público Federal que procurem saber para onde foi esse dinheiro”, assinalou ele.O deputado Dr. Pessoa (PSD) disse que os recursos do empréstimo são públicos, por isso devem ter a sua aplicação fiscalizada e indagou “cadê a Justiça?”.O deputado Marden Menezes (PSDB) considerou assustadora a manifestação da Caixa Econômica Federal, acrescentando que a instituição deve dar explicações à população.Gustavo Neiva declarou ainda que estranhou o fato da Caixa Econômica ter afirmado que a prestação de contas apresentada pelo Governo do Estado contém dados sigilosos e, por isso, não poderia entregar uma cópia aos parlamentares de oposição na Assembleia Legislativa.“Isso é uma inverdade, pois a prestação de contas é pública e não pode conter dados sigilosos”, disse ele.Gustavo Neiva afirmou que, em decorrência da posição da CEF deve concordar com afirmação feita pelo deputado Robert Rios (DEM), de que existe um conluio entre a Caixa Econômica Federal e o Governo do Estado. Ele ressaltou que não é contra a liberação de empréstimo para o Piauí, mas defende apenas que os recursos sejam aplicados em obras que beneficiem o povo.

Veja também
Prefeito e vice
Vereadores
Mais lidas da semana
Empresas destaques
© Copyright 2019 - Portal Estado Piauí - Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium