Cocal

Cocal

Evaldo Neres Notícias de Cocal e Região

evaldococal@gmail.com

(86) 99919-1492

Postada em 10/04/2018 ás 14h52 - atualizada em 10/04/2018 ás 15h03
Moradores ribeirinhos de Parnaíba estão em alerta com o nível alto das águas
As chuvas que atingem o Estado começam a afetar os moradores ribeirinhos da região norte do Piauí.

Publicada por: Evaldo Neres

Fonte: Extra Parnaíba

Moradores ribeirinhos de Parnaíba estão em alerta com o nível alto das águas

Moradores ribeirinhos de Parnaíba estão em alerta com o nível alto das águas

As chuvas que atingem o Estado começam a afetar os moradores ribeirinhos da região norte. Famílias da zona rural, residentes às margens do Rio Parnaíba, em Parnaíba, estão em situação de alerta. De acordo com moradores, o nível das águas tem subido e já afeta algumas áreas.

Populares contam que devido o aumento do nível do rio, o perigo aumentou, como também tem dificuldade o exercício do trabalho diário. A pescadora, Everalda Maria, disse que a pesca fica comprometida por conta da correnteza. “É perigoso a destruição do nosso material, como o corte de redes”. No momento segundo a moradora, há compradores de manjubas, mas nesse momento, há a impossibilidade da atividade.

A popular disse ainda que algumas casas já se encontram comprometidas. “Até mesmo os pescadores que tem experiência já estão recuando por conta das águas”, disse a senhora Everalda.

O comerciante e morador, Francisco Conrado, relatou que, os moradores e pessoas que dependem da pesca, fazem até o que não pode para não ficar sem o sustento. “Não tem condições, mas é o resultado da natureza. Não podemos fazer nada, é pegar nossas coisinhas e sair correndo com nossas coisas até as águas baixarem de novo. Agora está tudo parado, a gente não vende nada”.

Conrado disse que mora no local desde 1981 e espera que a situação não piore, pois lembra a enchente ocorrida em 2009, onde animais morreram afogados e de fome por não ter pastos. “O nível da água já subiu uns 5 metros. Se subir mais um metro, a nossa situação complica”.

 “Sabemos que tem uma área bastante assoreada, que pode trazer muitos transtornos para a população”. A orientação que a Marinha dá é que os moradores observem constantemente como está o desenvolvimento da água e o seu nível. “Nós temos observado é que tem subido bastante. Então que se mantenham atentos e evitem as margens do rio por conta de desmoronamento de terras”, disse o capitão dos Portos do Piauí, Paulo Antônio Carlos.

Ele enfatizou ainda que, qualquer problema, os moradores devem acionar com urgência, a Defesa Civil para que possam sair da área de risco e procurar uma área segura e de maior conforto.

O capitão frisou também a questão dos condutores de embarcações. Segundo ele, há transportes construídos de forma artesanal e muitos condutores não possuem a habilidade necessária para a condução desses meios. “É importante não esquecer em momento nenhum de estar com condutores habilitados e saber se a embarcação tem inscrição junto a Marinha, e principalmente que, esses transportes possuam coletes salva-vidas, pois ajudarão na segurança e preservação da vida desses ribeirinhos”.

Existem previsões de mais chuvas, segundo o capitão, e nesse momento, é normal o aumento do nível dos rios, como também a situação de algumas barragens que estão “sangrando”. “Por isso, a gente reforça a importância de que cada morador ribeirinho tenha maior atenção quanto ao volume de água”.

De acordo com os moradores, a Defesa Civil do município ainda não esteve no local para orientar os populares de como proceder diante da situação. Os ribeirinhos relataram que não estão conseguindo dormir de tanta preocupação.

Por Tacyane Machado Colaboração Renan Brito

Veja também
Prefeito e vice
Vereadores
Mais lidas da semana
Empresas destaques
© Copyright 2019 - Portal Estado Piauí - Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium