Teresina - PI

Min 23ºMax 36º

21 de agosto de 2018

Cocal

Cocal

Evaldo Neres Notícias de Cocal e Região

[email protected]

(86) 99919-1492

Postada em 03/06/2018 ás 12h20 - atualizada em 03/06/2018 ás 23h31
Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro de Cocal celebra a Festa de Corpus Christi
Os católicos cristãos, nessa quinta-feira (31/05), celebraram a Festa de Corpus Christi, em Cocal.

Publicada por: Evaldo Neres

Fonte: Tropical Notícias

Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro de Cocal celebra a Festa de Corpus Christi

Paróquia Nossa senhora do Perpétuo Socorro de Cocal celebra a Festa de Corpus Christi

Em Cocal, a celebração de Corpus Christi foi marcada por procissão, saindo da Igreja Matriz, passando pela Avenida João Justino de Brito, em direção à Praça Camila Silva, Avenida Coronel João Marques, Rua Coronel Jonas, retornando pela Avenida Joaquim Vieira de Brito até a Praça da Matriz.

Centenas de fiéis seguiram em caminhada para prestar testemunho a Cristo. Outras pessoas, em suas residências e calçadas, esperavam a procissão onde o Padre Roberto Francelino (pároco), conduzindo o santíssimo sacramento, passava para que as pessoas católicas pudesse testemunhar e adorar a presença do Corpo e Sangue de Cristo. 

Corpus Christi

Foto: Evaldo Neres

Esse evento é considerado uma das festas mais importantes para a Igreja Católica, pois celebra a festa de Corpus Christi (Corpo de Cristo).

É uma data móvel celebrada pela Igreja Católica sempre 60 dias depois do domingo de Páscoa ou na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade. Na tradição católica, essa quinta-feira é considerada o dia no qual Jesus Cristo instituiu o Sacramento da Eucaristia. Uma data tão importante, na qual, os fiéis se empenham  em ornamentar as calçadas com flores, velas acesas e, à passagem do cortejo, beijar e tocar o Corpo de Cristo.A origem da Solenidade do Corpo e Sangue de Cristo remonta ao século XIII.

O papa Urbano IV, na época, o cônego Tiago Pantaleão de Troyes, arcediago do Cabido Diocesano de Liége, na Bélgica, recebeu o segredo da freira agostiniana Juliana de Mont Cornillon, que teve visões de Cristo demonstrando desejo de que o mistério da Eucaristia fosse celebrado com destaque.

Por volta de 1264, em uma cidade próxima a Orvieto (Itália), onde o já, então, papa Urbano IV tinha sua corte,, chamada Bolsena, ocorreu o Milagre de Bolsena, quando um sacerdote celebrante da Santa Missa, viu no momento de partir a Sagrada Hóstia, quando o preciosíssimo sangue começou a borbulhar, subiu, subiu, transbordando e gotas e muitas gotas derramaram-se sobre o corporal (pano onde se apoiam o cálice e a patena durante a Missa), tingindo-o de sangue. 

O papa determinou que os objetos milagrosos fossem trazidos para Orvieto em grande procissão em 19 de junho de 1264, sendo recebidos solenemente por Sua Santidade e levados para a Catedral de Santa Prisca. Esta foi a primeira procissão do Corporal Eucarístico de que se tem notícia. A festa de Corpus Christi foi oficialmente instituída por Urbano IV com a publicação da bula Transiturus em 8 de setembro de 1264, para ser celebrada na quinta-feira depois da oitava de Pentecostes. No Brasil é um feriado facultativo comemorado pela religião Católica, mesmo sendo um país laico. Em muitas cidades brasileiras, é costume ornamentar as ruas por onde passa a procissão com tapetes de colorido vivo e desenhos de inspiração religiosa. Esta festividade de longa data se constitui uma tradição no Brasil, principalmente nas "cidades históricas", que se revestem de práticas antigas e tradicionais e que são embelezadas com decorações de acordo com costumes locais

 

Fotos: Raimundo Martinho

Edição: Evaldo Neres

Veja também
Prefeito e vice
Vereadores
Mais lidas da semana
Empresas destaques
© Copyright 2018 - Portal Estado Piauí - Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium