Teresina - PI

Min 21ºMax 33º

21 de junho de 2018

Cocal

Cocal

Evaldo Neres Notícias de Cocal e Região

[email protected]

(86) 99919-1492

Postada em 07/06/2018 ás 13h55
Região norte de Teresina vive boom de empreendimentos imobiliários
Em Teresina, uma das regiões que mais vem recebendo empreendimentos voltados para essa faixa de renda é a norte.

Publicada por: Evaldo Neres

Fonte: AI Comunicações

Região norte de Teresina vive boom de empreendimentos imobiliários

Região norte de Teresina vive boom de empreendimentos imobiliários

Todos os anos, cerca de 9,5 mil pessoas passam a necessitar de moradia no Piauí. A casa própria é um sonho distante ainda para muita gente. Seriam necessários, atualmente, 156 mil unidades habitacionais para sanar as necessidades de moradia para as famílias no Estado. Se o poder público perdeu sua capacidade de investimento em conjuntos habitacionais, a iniciativa privada vem focando esforços em empreendimentos voltados para as classes C, D e E, maiores vítimas do problema em todo país.

<img src="http://estadopiaui.com/envios/c4591b95a6733eafaff14747b858d5735faf3445.jpg" style="float: left; width: 100%; margin: 10px 0;" />

Em Teresina, uma das regiões que mais vem recebendo empreendimentos voltados para essa faixa de renda é a norte. Há um boom habitacional motivado principalmente pela infraestrutura que já existe na região, servida de hospitais e unidades básicas de saúde, de comércio, linhas de ônibus, esgotamento sanitário e uma Estação de Tratamento de Água que serve exclusivamente às unidades habitacionais da área, rede de energia elétrica relativamente nova, além de serviço de coleta de lixo.

Às margens da avenida Poti Velho, que foi duplicada recentemente, é possível perceber esse boom. São novos empreendimentos sendo erguidos, prédios que já mudam a paisagem local. O boom vem atraindo investimentos. A exemplo disso, uma construtora, com mais de 42 anos de experiência em obras no Maranhão e Ceará, está voltando a investir em Teresina e construirá um condomínio com um total de 304 apartamentos distribuídos em 10 blocos.

Segundo o diretor de expansão da construtora, Igor Carvalho, a empresa volta à capital piauiense para contribuir com a diminuição desse déficit. "Estamos trazendo à Teresina um conceito voltado para as classes que são o grande público do programa Minha Casa, Minha Vida, que são os da faixa 1,5, que tem direito ao subsídio de até R$ 31 mil do governo federal. Com isso, oferecemos a isenção do pagamento das taxas de cartório e ITBI, facilitando ainda mais a vida do teresinense. As parcelas podem ficar em torno de R$ 150,00", afirma.

<img src="http://estadopiaui.com/envios/30547a10c0c578d3caef146129b7cae19f2c800f.jpg" style="float: left; width: 100%; margin: 10px 0;" />

Veja também
Prefeito e vice
Vereadores
Mais lidas da semana
Empresas destaques
© Copyright 2018 - Portal Estado Piauí - Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium