Floriano

Floriano

Felipe Nascimento Notícias de Floriano e Região

luizfelipenascimento2209@outlook.com

(89) 99413-1424

Postada em 25/06/2018 ás 13h53 - atualizada em 25/06/2018 ás 15h15
Deputado Gustavo Neiva analisa relatório preliminar de auditores do TCE
Deputado Gustavo Neiva analisa relatório preliminar de auditores do TCE

Publicada por: Felipe Nascimento

Fonte: Ascom

Deputado Gustavo Neiva analisa relatório preliminar de auditores do TCE

deputado Gustavo Neiva

O deputado Gustavo Neiva (PSB), usou a tribuna na manhã de hoje (25), da Assembleia Legislativa, para analisar o relatório do Tribunal de Contas do Estado que trata dos descontos dos servidores públicos para pagamento dos empréstimos compulsórios, para o Plamta e para os sindicatos, os quais não foram repassados como deveriam, deixando esses servidores inadimplentes junto às instituições financeiras e sem o direito a atendimento hospitalar, uma vez que o sindicato dos hospitais e clínicas está defendendo o descredenciando, num prazo de 30 dias.

Gustavo Neiva condenou a atitude do Governo de falsificação de senha para tirar da contabilidade do Estado o gasto com pessoal, com o propósito de enganar a Caixa Econômica Federal na obtenção de empréstimo.

neiva disse que o portal Política Dinâmica noticiou que o presidente do Tribunal de Contas do Estado, conselheiro Olavo Rebelo, estaria sofrendo pressão do Governo e do Partido dos Trabalhadores para sepultar o relatório, mas defendeu o presidente, dizendo que a atitude do governo não combina com personalidade do conselheiro.

Exibindo o relatório do TCE-PI, Gustavo Neiva afirmou que o primeiro ponto a ser analisado é o recolhimento de cerca de R$ 200 milhões dosservidores, sendo a metade para empréstimos consignados e o restantepara o Plano de Saúde. Tem ainda os descontos para os sindicatos dasdiversas categorias de servidores, no valor de R$ 6 milhões, que também não foram repassados – disse ele.

O deputado Luciano Nunes (PSDB) elogiou o orador e seu colega Rubem Martins (PSB) pelo incansável acompanhamento à questão relacionada com o governo e os servidores. Ele considera inaceitável que o governo não repasse os descontos para os bancos e para os hospitais credenciados para o Plamta. Concluindo seu aparte, Luciano Nunes indagou: "quem é que ainda acredita no governo, se ele é capaz de fraudar acontabilidade pública do Estado?"

Também em aparte, o deputado Robert Rios (DEM) afirmou que o Piauí não tem mais governo, mas sim uma organização criminosa comandada pelo governador Wellington Dias. Ele defendeu o conselheiro Olavo Rebelo, dizendo que ele respondeu a indagação sobre se não temia ser considerado traidor do governo petista, com a afirmação de que preferia ser traidor do que corrupto.

O deputado Dr. Pessoa (SD) ofereceu aparte dizendo temer que o Brasil venhas a se tornar uma Venezuela. Pediu a Deus que ilumine a mente dos eleitores, para que derrotem todos os corruptos. O deputado Gustavo Neiva concluiu seu pronunciamento lembrando que existe lei para puniro governo na questão do não repasse dos descontos dos servidores aos bancos e hospitais e sindicatos. Trata-se do Artigo 168, do Código Penal, conforme ressalta o relatório do TCE – concluiu. 

Assessoria CLIP Comunicação

Veja também
Prefeito e vice
Vereadores
Mais lidas da semana
Empresas destaques
© Copyright 2019 - Portal Estado Piauí - Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium