Teresina - PI

Min 25ºMax 36º

16 de novembro de 2018

Cocal

Cocal

Evaldo Neres Notícias de Cocal e Região

[email protected]

(86) 99919-1492

Postada em 09/11/2018 ás 13h46 - atualizada em 09/11/2018 ás 13h54
Boas escolhas alimentares podem contribuir para a prevenção do câncer de próstata
A realização de atividades físicas faz parte do dia-a-dia de quem almeja uma vida saudável.

Publicada por: Evaldo Neres

Fonte: AI Comunicações

Boas escolhas alimentares podem contribuir para a prevenção do câncer de próstata

Boas escolhas alimentares podem contribuir para a prevenção do câncer de próstata /Imagem: Mundo Boa Forma

Com o acréscimo de uma alimentação balanceada, manter a saúde equilibrada se torna ainda mais possível, inclusive no caso de homens diagnosticados com o câncer de próstata.  

De acordo com a Associação Saúde da Próstata, entre os fatores de risco para o desenvolvimento do câncer de próstata, destacam-se: idade superior a 65 anos, histórico familiar da doença, sedentarismo, sobrepeso, obesidade e alimentação inadequada. 

Pensando especificamente na questão da alimentação, algumas substâncias presentes nos alimentos, como o licopeno, que é um pigmento encontrado no tomate, na melancia, goiaba e pitanga, são consideradas protetoras contra doença.  

De acordo com a nutricionista do Hapvida, Vanessa Evangelista, além do licopeno, os ácidos graxos não saturados de cadeia longa, também auxiliam na prevenção. “Esses são encontrados em óleos de peixes, principalmente do salmão, os flavonoides e os isoflavonoides que existem na soja, frutas, legumes, chá e vegetais”, explica. 

A profissional ressalta a importância desses alimentos serem, de preferência orgânicos, isso por serem criados sem adição de pesticidas, hormônios, antibióticos ou qualquer outra substância não natural.  Do outro lado  Se existem os alimentos que favorecem a prevenção do câncer de próstata, também existem aqueles que têm ação contrária em relação à doença. “As carnes processadas e os alimentos industrializados, que por sua vez são pobres em minerais e vitaminas, frituras e açucarados, além das bebidas alcoólicas, são consideradas perigosas tanto antes, quanto depois do tratamento. O consumo de alimentos e bebidas de alto teor calórico também deve ser evitado, já que promovem o excesso de peso”, destaca Vanessa Evangelista.  

A especialista destaca também a necessidade do acompanhamento nutricional durante o tratamento, devido a necessidade de manutenção da qualidade de vida e a minimização dos efeitos adversos do processo.

Veja também
Prefeito e vice
Vereadores
Mais lidas da semana
Empresas destaques
© Copyright 2018 - Portal Estado Piauí - Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium