Postada em 10/03/2019 ás 22h25
Selecionados pelo Certific-PI realizam etapa de entrevistas multidisciplinares
Tem a proposta de levar ao trabalhador que exerce uma função sem um curso ou certificado

Publicada por: Redação Estado Piauí

Selecionados pelo Certific-PI realizam etapa de entrevistas multidisciplinares

O Programa de Certificação Profissional do Piauí (Certific-PI) tem a proposta de levar ao trabalhador que exerce uma função sem um curso ou certificado específico a adquirir formalmente o diploma da área em que está em pleno desenvolvimento de atividades. Na fase atual, os inscritos passam por entrevistas multidisciplinares e são entrevistados individualmente por psicóloga e assistente social para depois passar por avaliação coletiva.

O Certific-PI tem o objetivo de reconhecer o profissional através da experiência adquirida ao longo da sua vida, dando oportunidade a pessoas, a partir de 18 anos, inseridos ou não no mercado de trabalho, que buscam reconhecimento das habilidades adquiridas na área em que atuam.

Fernando Marcyel Rodrigues, 27 anos, é supervisor em telecomunicações. Ele revela que o Certific trará muitos benefícios para os trabalhadores da área de telecomunicações, que lutam pelo reconhecimento do mercado de trabalho. "Existem profissionais com 15 anos de experiência na área, mas que têm dificuldade em comprovar para uma empresa quando busca emprego. Esse reconhecimento proporcionado pelo Governo do Piauí, através da Seduc, é motivo de muita felicidade vai dar valorização ao profissional e segurança para o empresário, que poderá contratar alguém certificado", destaca.

Na primeira etapa do programa, estão sendo ofertadas vagas para a certificação nos cursos de Cabista de Sistema de Telecomunicações, Instalador e Reparador de Equipamentos de Transmissão em Telefonia, Instalador e Reparador de Linhas de Telecomunicação, Instalador e Reparador de Linhas e Sistemas de Telefonia e Instalador e Reparador de Redes, Cabos e Equipamentos Telefônicos.

A psicóloga da banca examinadora do Certific, Marina Nery, explica que a fase atual ajuda a conhecer toda trajetória profissional do trabalhador e como ele desempenha essas funções. “A entrevista é realizada de forma individual, sendo uma oportunidade do trabalhador fazer uma releitura sobre sua história profissional e pessoal, resgatando sua autoestima, pois sabemos que eles não estudaram todas as séries do ensino regular e eles necessitam desse resgate”, completa.

Essa etapa auxilia na construção do Memorial Descritivo Sócio Profissional, peça documental que embasa a qualificação do profissional no processo de certificação. “Fazemos avaliações, damos algumas devolutivas durante a entrevista e o que pode ser melhorado na prática profissional. Muitos estão há muitos anos no mercado, tem o conhecimento do fazer, mas não tem os certificados. Então, essa é uma oportunidade de repensar algumas condutas para um novo fazer profissional”, finaliza a psicóloga.

Além de inseridos no mercado, os beneficiados com o programa também poderão concluir concomitantemente os estudos pela EJA (Educação de Jovens e Adultos).

Veja também
Mais lidas da semana
Empresas destaques
© Copyright 2019 - Portal Estado Piauí - Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium