Postada em 20/03/2019 ás 14h36
Assistência Social de Fartura do Piauí participa de capacitação de sucessão de conselheiros tutelares
Eleição será dia 06 de outubro de 2019 para o quadriênio 2020/2023.

Publicada por: Redação Estado Piauí

Assistência Social de Fartura do Piauí participa de capacitação de sucessão de conselheiros tutelares

A secretária de Assistência Social, Ártemes Suila Nascimento Santos, de Fartura do Piauí, juntamente com sua equipe formada pela Presidente do Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS), Sabrina Sousa Santos e a Presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Yara Silva Alves, participaram, nesta terça-feira (19/03), de uma capacitação promovida pelo Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente com o apoio do Ministério Público e Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para orientação sobre o processo de escolha de Conselheiros Tutelares, para triênio 2020/2023.

A capacitação foi realizada no Cineteatro da Assembleia Legislativa, uma reunião com as entidades que cuidam dos direitos da criança e adolescente e que vão participar da eleição para o Conselho Tutelar do Estado e dos Municiípios.

Participaram representantes do Ministério Público do Estado do Piaui, na pessoa do promotor Luiz Gonzaga Filho; TRE-Tribunal Regional Eleitoral, SASC-Secretaria de Assistência Social e Cidadania; Acontepi; CEDCA/PI e Coadij-Centro de Apoio Operacional de Defesa da Infânci e Juventude.

A capacitação também contou com a participação dos membros dos Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente, de gestores e técnicos das Secretarias Municipais de Assistência Social de todos os municípios do Piauí, que são responsáveis pela realização das eleições que irão eleger os novos conselheiros tutelares para o quadriênio 2020/2023.

Para a presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente do Piauí, Luciana Evangelista, o processo de escolha dos conselhos tutelares nos 224 municípios do estado tem como prioridade zelar e garantir o direito das crianças vítimas de violência e que estão necessitando de proteção.

“A eleição será no dia 06 de outubro de 2019, no entanto, há todo um processo para escolher os representantes. Primeiro passam por um momento de capacitação, que é este que estamos fazendo agora, depois irão fazer uma avaliação e, por fim, terão o período para realizar a campanha, assim como na campanha eleitoral, para poder divulgar o nome e pedir para que a comunidade vote neles. O edital deve ser lançado no começo de abril e daí em diante o município já toma de conta para que cada conselho municipal coordene esse processo. Sendo que o nome de cada candidato será avaliado e apreciado pela bancada do conselho para poder concorrer à eleição”, detalha Luciana.

Veja também
Mais lidas da semana
Empresas destaques
© Copyright 2019 - Portal Estado Piauí - Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium