Teresina - PI

Min 23ºMax 37º

22 de outubro de 2018

Barro Duro do Piauí

Barro Duro do Piauí

Neto Pereira Notícias de Barro Duro do Piauí e Região

[email protected]

(86) 999771464

Postada em 07/01/2018 ás 15h25
Jovem jogadora de Campo Grande do Piauí poderá jogar na Chapecoense
Samella foi vice-campeã da Copa Piauí de Futebol Feminino pelas Abelhas Rainhas, em uma final realizada no Estádio Albertão em Teresina contra o Tiradentes

Publicada por: Neto Pereira

Fonte: CG Notícias

Jovem jogadora de Campo Grande do Piauí poderá jogar na Chapecoense

Imagem Divulgação (Crédito: Divulgação)

A jovem, Samella Vanessa, de 17 anos, natural de Campo Grande do Piauí e jogadora das Abelhas Rainhas de Picos, poderá ser contratada pela Chapeconse de Santa Catarina. A informação foi repassada pelo seu pai, Almir Luís, nesse sábado (06/01).

Samella foi vice-campeã da Copa Piauí de Futebol Feminino pelas Abelhas Rainhas, em uma final realizada no Estádio Albertão em Teresina contra o Tiradentes, no último dia 13 de dezembro de 2017. As tigresas venceram por 4×0.

A habilidosa lateral-direita Samella vem sendo sondada além da Chapecoense, por mais duas equipes: Timon e Tiradentes. Segundo seu pai, nada foi concretizado ainda, mas seu desejo é que a filha fosse para o futebol catarinense.

Samella iniciou cedo no futebol feminino, aos 8 anos. Seu sonho é jogar em um grande clube brasileiro e se profissionalizar.

Com passagem pelo Flamengo do KM 87, povoado de Campo Grande do Piauí, onde jogou por muito tempo, ela joga atualmente no Arsenal, equipe da cidade de Campo Grande do Piauí e em outras equipes da região, quando é chamada, como explica seu pai.

“Ela sempre é chamada para participar de torneios e chega a receber R$ 100,00 por partida”, disse ele.

Samella Vanessa com os pais: Luís e Gilsandra

Os pais de Samella, Almir Luís da Silva e Gilsandra Maria de Sousa Silva, que são proprietários de uma lanchonete em Campo Grande do Piauí, são os maiores incentivadores da carreira da filha. Eles disseram que chegaram a desembolsar R$ 50,00 por dia para que a filha pudesse ir treinar na equipe das Abelhas Rainhas em Picos, distante 50 km.

“Ela saía todo santo dia de Campo Grande numa Van às 7h da manhã, e só voltava às 11h, 11:30h de Picos, onde treinava nas Abelhas Rainhas”, contou sua mãe, Gilsandra.

O futebol corre nas veias da jovem e esperançosa Samella. Seu pai, Almir, foi jogador de futebol, com passagem pela SEP e outras equipes e não chegou a se profissionalizar por ato de indisciplina, como ele próprio confidenciou, mas chegou a atuar com Leonardo de Picos e Jabá, que joga atualmente na Turquia.

Veja também
Prefeito e vice
Vereadores
Mais lidas da semana
Empresas destaques
© Copyright 2018 - Portal Estado Piauí - Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium